O Cavaleiro Negro


26/07/2013


Tão longe, tão perto, ...

Três tempos se passaram, estamos horas  de  distâncias nos separando, mas mesmo assim sinto como se você estivesse aqui do meu lado, e talvez você esteja comigo mesmo . Talvez eu esteja te levando para onde vou e ainda nem percebi.
É engraçado ver como a vida funciona, como as coisas acontecem...
Não me lembro da primeira vez que te vi, mas não me esqueço o sorriso no rosto.

Você me disse que trocamos olhares.  Não acredito em amor a primeira vista, mas lembro que pensei "Deus, como ela é linda".
Começo a pensar como sempre acreditei na capacidade do amor e como eu sempre o procurei, e agora vejo que talvez estivesse apenas guardando para a pessoa certa.
Não é a primeira vez que conheço alguém, Porém é a primeira vez que reencontro alguém que me fez lembrar-se de quase tudo o que passou realmente no passado, pois tudo que aconteceu me trouxe até você, mas guardo o que aprendi o que foi bom e deixo tudo o resto para lá, e penso somente no que isso tudo pode vir a ser, e o mais legal é que isso me deixa feliz.
Não sei ainda do que chamar o que estou sentindo, mas uma coisa posso afirmar, meu sorriso tem destino certo, minha vida parece se encaminhar da forma como eu sempre sonhei. O desafio continua, em toda a situação da distância, e toda a situação de nossos passados e ainda temos outros problemas a enfrentar. Tudo isso é insignificante diante da forma como me sinto ao pensar sobre você.
Tudo que eu sei é que não consigo parar de pensar em você.

Ass: O cn

Escrito por Cavalheiro Negro às 04:09:20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/07/2013


 

Lá no início dos anos 80, a minha rota diária era cruzar o centro da minha cidade ,  até o único shopping no centro . Só que no caminho...No caminho  entre os andares ficavam algumas casas de pinball. E por ali eu ficava antes de voltar pra casa...

Imagine-se numa era sem Sky, celular, notebook, internet, playstation, nintendo, etc... Eram assim o início dos anos 80 e uma das coisa mais modernas da tecnologia que você poderia ter em casa era um console Odissey ou um Atari. Mas isso nem chegava perto das máquinas de pinball com suas luzes e músicas e a mágica de inserir a ficha e disparar o lançador de bola para depois exibir sua performance de bailarino fazendo caras e bocas enquanto manuseava os botões das palhetas.

E o clássico dos clássicos era o Cavaleiro Negro. Uma bela máquina predominantemente amarela com a temática de um cavaleiro medieval e além do piso normal dos pinballs, havia um segundo plano onde os jogadores tinham que lançar as bolas até lá. E mais: a máquina se comunicava com você. O mítico do Cavaleiro vinha da sua fala robôtica, convidando-o pra jogar: "Eu sou o Cavaleiro Negro a procura de um desafiiiô". Você podia estar ali distraído, jogando noutra máquina, combatendo alienígenas, ou como eu passando na rua e o Cavaleiro se fazia ouvir, instigando, provocando, a espera de receber as fichas da Taito no seu painel.

Outros tempos, caro leitor. Não sei quantas horas passei dentro de casas de pinball, mas posso garantir que foram muitas. Pesquisando para este post me surpreendi em saber que estas máquinas do Cavaleiro são raríssimas hoje em dia e estima-se que só hajam 30 delas por aí, valendo até 15 mil. Uau!!!

Trinta e dois  anos depois, meu sentimento é dizer que eu joguei nelas!!!

 Link: http://www.youtube.com/watch?v=lvZWoxreqFY&feature=player_detailpage

Escrito por Cavalheiro Negro às 05:39:57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/07/2013


O Cavalheiro Negro retornou, cavalgando seu negro cavalo de guerra, vestido de negro da cabeça aos pés.Com sua negra armadura sem adorno  Homem conhecido por sua coragem e força, por suas proezas com as imagens  e por sua  habilidade.  O amor dá coragem a um cavalheiro. Sejam benvidos

Escrito por Cavalheiro Negro às 04:23:22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

02/07/2013


O Desafio do Cavaleiro Negro só será  completado quando se pode tomar nas mãos com segurança as rédeas e o controle da própria existência. Desligar-se do passado para apenas conservar dele as bases mais sólidas sobre as quais deve ser projetado e construído o futuro.

Seja, benvidos ao meu retorno... e Fica em paz. bye.

 

Escrito por Cavalheiro Negro às 04:07:44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

01/07/2013


Era uma vez, Um lugarzinho no meio do nada
Com sabor de chocolate, E cheiro de terra molhada.Era uma vez.  A riqueza contra a simplicidade.
Uma mostrando pra outra quem dava mais felicidade Pra gente ser feliz
Tem que cultivar .  As nossas amizades, os amigos de verdade  Pra gente ser feliz
Tem que mergulhar Na própria fantasia ,Na nossa liberdade .

boa semana a todos. e FICA EM PAZ. BYE.

Escrito por Cavalheiro Negro às 00:30:01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, São José dos Campos, jardim Oriente, Homem, English, Spanish, Esportes, Arte e cultura
MSN -

Histórico